Viva. As Cidades

Principais estádios de Curitiba – Vila Capanema

O estádio do Paraná

O Paraná Clube tem a terceira maior torcida da capital, o que faz dela uma torcida, digamos, modesta, já que as outras duas maiores também não são assim tão grandes no cenário nacional – neste momento é bem provável que as três torcidas tenham ficado chateadas comigo, mas é verdade, não tenho culpa! Mas não estou aqui para falar de torcida, estou aqui para falar da Vila, que tem uma interessante e relevante história no cenário do futebol brasileiro.

Estádio Durival Britto e Silva

Vila Capanema lotada. (Foto retirada do site https://mapio.net/pic/p-90155485/)

Muitas pessoas acham que o nome é apenas Durival Britto, e para a surpresa destas pessoas e para minha surpresa, existe o “Silva” – que foi um Superintendente da Rede de Viação Paraná-Santa Catarina, que o clube resolveu homenagear. Mas o estádio é conhecido mesmo como Vila Capanema, nome antigo do bairro que hoje é o Jardim Botânico.

A Vila (íntimo) está localizada “atrás” da ferroviária de Curitiba e já passou pelas mãos do Clube Atlético Ferroviário e do Colorado Esporte Clube, que não existem mais: o Colorado foi resultado da fusão entre o Ferroviário, o Britânia Sport Club e o Palestra Itália Futebol Clube; depois o Paraná Clube nasceu da fusão entre o Colorado e o Esporte Clube Pinheiros. Com tantas fusões, claro que deu problema no futuro para decidir quem era dono do estádio! Somente este ano, 2018, que o “nosso querido presidente” Michel Temer assinou a Medida Provisória 852/18, que deixa o Paraná Clube como dono do imóvel por 30 anos, podendo ter renovações indefinidas vezes.

Ferroviário 0 x 0 Botafogo – Torneio Roberto Gomes Pedrosa de 1967 (Foto retirada do site https://www.gazetadopovo.com.br/blogs/memoria-futebol-clube/antepassado-do-parana-ferroviario-joga-com-o-botafogo-em-1967/ – Foto pertence ao arquivo GRPCOM)

O estádio atual é considerado como de pequeno porte, mas já foi um dos gigantes do Brasil. Em 23 de janeiro de 1947, quando inaugurado com a partida Ferroviário x Fluminense (em que o tricolor carioca batizou o estádio e venceu o jogo por 5×1!) era o terceiro maior estádio do país, perdendo apenas do Pacaembu – SP e do São Januário – RJ. (*Se você se perguntou: mas e o Maracanã? O Maracanã foi inaugurado apenas em 1950).
O estádio realmente tinha uma grande importância no cenário nacional, tanto que foi uma das sedes da Copa de 50, recebendo os jogos Espanha 3 x 1 EUA e Paraguai 2 x 2 Suécia.

Estádio em 1950, durante a Copa do Mundo. (Foto retirada do site https://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/colunistas/nostalgia/ainda-a-copa-de-1950-bay16m3wlemg47u8dj86fsor2/)

O Paraná mandou suas partidas na Vila até 2003, quando passou a jogar no estádio do Pinheirão (este, tadinho, já comentei em outro post que pertence aos Cupins Futebol Clube!). Isso se deveu ao Estatuto do Torcedor, que exigia dos estádios uma capacidade mínima de 15 mil torcedores – estranho, já que em 1968, segundo a Wikipedia, na partida entre Athletico PR 3 x 2 Santos na Vila foi registrado o público recorde de 24.303 torcedores!

Campanha de marketing do Paraná Clube em 2008 (Foto retirada do site http://www.futebolparanaense.net/not.php?id=168&titulo=marketing-do-parana-aposta-em-torcida-de-cachecois-)

Enfim… Em 2005 a torcida botou pressão e a diretoria criou a campanha “Vila, tá na Hora!”, até que conseguiram juntar verba para deixar o estádio dentro dos padrões do Estatuto. Fizeram a revitalização e a ampliação, com a construção da curva norte e dos 72 camarotes, chegando a uma capacidade de 20.083 torcedores. A inauguração do novo estádio foi no dia 26 de setembro de 2006, com a vitória de 2 x 0 do tricolor paranaense em cima do Fortaleza. Em setembro deste ano (2018) a diretoria anunciou que tem planos para uma futura ampliação ou até mesmo a construção de um novo estádio, porém não existe nada certo além do desejo de cada paranista.

Paraná 0 x 4 Corinthians – Campeonato Brasileiro 2018 (Foto enviada por Milton Carlos Z. Gonçalves).

Não encontrei nenhum vídeo atual com vistas aéreas do estádio como nos posts da Baixada e do Couto, porém encontrei um vídeo de 1947, o que é mais interessante ainda – confiram no final do post! E você, sabe alguma história do estádio? Alguma curiosidade? Compartilhe aqui com a gente!

Você pode também gostar

Deixe seu comentário

© 2019 VivacidadesDesenvolvido com por