Viva. As Cidades

"3" Post(s) arquivados na Tag: história

O que fazer em Luxemburgo em dois dias

Segundo dia

Se no nosso primeiro dia nós nos deixamos surpreender pela cidade sem muito planejamento, no segundo, como já havíamos estado nas principais atrações turísticas, saímos ainda mais sem rumo! Ainda assim teve boas descobertas, que agora vocês verão que ainda tem muita coisa pra fazer em Luxemburgo.

Cidade baixa, Grund. (Foto: Rafael Belli Soares)

Eu, Luiza, comecei o dia indo com minha mãe, irmão e primo ao Bierger-Center (centro de atenção ao cidadão, tipo a prefeitura local) pra entregar documentos referentes à recuperação da nossa cidadania luxemburguesa. O resto do Continue lendo

Os Caminhos que te levam a Santiago de Compostela

As rotas mais conhecidas e as sinalizações que você vai encontrar nelas

Agora que vocês já sabem a história do Caminho de Santiago desde o princípio (caso não tenham lido, é só clicarem aqui pra ver a parte 1 e a parte 2), é preciso escolher qual rota você quer fazer. Opções não faltam. Aliás, a verdade é que todos os caminhos te levam a Santiago, ou seja, que todo trajeto até Santiago já é um Caminho de Santiago. Mas, vou me limitar ao falar dos principais. O que posso adiantar é que eles têm um ponto em comum além da capital galega: eles viciam! Quem faz um, quer fazer outro, e outro, e outro…

Foto tirada na Meseta Central, na metade do Caminho Francês iniciado em Saint-Jean-Pied-de-Port (Foto: Rafael Belli Soares)

CAMINHO FRANCÊS

Também conhecido como o Caminho das Estrelas (da Via Láctea – citada no post anterior), este é o mais tradicional e mais escolhido pelos peregrinos. Foi também a rota que escolhemos, então podemos falar dela com mais segurança. Seu início é normalmente feito na cidade de Saint-Jean-Pied-de-Port, na França, e para chegar de lá até Santiago de Compostela é preciso Continue lendo

Conhecendo a história do Caminho de Santiago

Parte II

Vamos continuar com a nossa “caminhada” pela história do Caminho de Santiago (se você perdeu a primeira parte é só clicar aqui).

Agora que já sabemos que o apóstolo Tiago (Maior) provavelmente foi sepultado pela região de Iria Flávia/Catedral de Santiago pelos seus discípulos Atanásio e Teodoro por volta do ano 44 d.C, damos continuidade nessa história. E desta vez mais personagens entrarão em cena e séculos ficarão para trás.

Caminho de Santiago Francês – Orisson (Foto: Rafael Belli Soares)

Foi no ano 813 d.C. que os supostos túmulos de Tiago e seus discípulos Atanásio e Teodoro foram encontrados. Até chegar nesta data, a região passou por tantos momentos de guerra, conflitos etc., que a história do apóstolo acabou ficando “esquecida” no tempo. Foram necessários oito séculos pra que encontrassem o sepulcro e o principal responsável foi um monge, que vivia como eremita pelo bosque de Libredón, entre os Rios Sar e Sarela. Seu nome era Pelayo. Reza a lenda que durante dias ele avistou chuvas de estrelas que iam em direção a um pequeno monte. Impressionado com o fenômeno, o monge comunicou-o ao bispo de Iria Flávia, Teodomiro. O bispo reuniu um pequeno grupo e todos se dirigiram até onde a chuva de estrelas indicava. No local, no meio de um campo de densa vegetação, encontraram um sepulcro de pedra Continue lendo


1 2 3
© 2020 VivacidadesDesenvolvido com por